Bookmaker Bet365.com Bonus The best odds.

Full premium theme for CMS

Projeto Centro de Química da Madeira - CQM+

Блогът Web EKM Blog очаквайте скоро..

Com o principal objetivo de reforçar os indicadores de I&DT da RAM, bem como o potencial de investigação e inovação no CQM, a operação vai desenvolver-se em torno de 4 grandes projetos de investigação centrados em torno de aplicações concretas.

PROJETO 1: “+ COMBATE AO CANCRO”

OBJETIVO: Desenvolver novas abordagens de diagnóstico e terapêutica do cancro baseadas em técnicas de análise metabolómica e de nanomedicina.

AÇÕES ESPECÍFICAS A REALIZAR:
(1) O estudo de marcadores precoces do cancro (em particular, dos prevalentes na RAM como o cancro da mama e do pulmão) utilizando metodologias de diagnóstico não invasivas em fluídos biológicos (urina, saliva, ar exalado) e biópsias; relacionar estes marcadores com os presentes em linhas celulares cancerígenas. Fundamentalmente, serão aqui utilizadas as técnicas de Espectrometria de Massa, Cromatografia Líquida e Gasosa, e ainda Ressonância Magnética Nuclear.
(2) A síntese química, caracterização analítica (usando as técnicas de Ressonância Magnética Nuclear, Espectrometria de Massa, Espectroscopia de Ultravioleta e Infravermelho, Microscopia Electrónica e outras) e avaliação biológica (em células de origem cancerígena cultivadas in vitro) de novos metalo-fármacos contendo ruténio e platina.
(3) O desenvolvimento de nanomateriais (polímeros, exosomas, nanoargilas e materiais á base de carbono) através de métodos de síntese química ou físicos, que sirvam de veículos para fármacos convencionais usados no tratamento do cancro, por forma a tornar o tratamento mais direcionado e diminuir os possíveis efeitos colaterais; será feita a caracterização físico-química destes nanomateriais (usando as técnicas de Ressonância Magnética Nuclear, Espectrometria de Massa, Espectroscopia de Ultravioleta e Infravermelho, Microscopia Electrónica e outras) e a sua eficiência será avaliada em células de origem cancerígena cultivadas in vitro.
(4) O desenvolvimento de agentes de contraste para imagiologia médica (ressonância magnética/tomografia axial computorizada) à base de polímeros sintéticos e nanopartículas (em particular, de óxidos metálicos) por forma a substituir os actualmente em uso (à base de compostos de gadolínio e iodo que apresentam uma toxicidade elevada). Será realizada a síntese química, caracterização analítica (usando as técnicas de Ressonância Magnética Nuclear, Espectrometria de Massa, Espectroscopia de Ultravioleta e Infravermelho, Microscopia Electrónica e outras) e avaliação biológica in vitro/in vivo dos agentes de contraste.

PROJETO 2: “+ VALOR AGRO-ALIMENTAR”

OBJETIVO: Caracterizar produtos de origem agrícola/alimentar tendo em vista a melhoria da sua qualidade e segurança, bem como a sua valorização comercial.

AÇÕES ESPECÍFICAS A REALIZAR:
(1) A caracterização física e química de materiais de origem vegetal (por técnicas de Cromatografia Líquida e Gasosa, Espectrometria de Massa, e Espectroscopia de Ultravioleta e Infravermelho), visando um conhecimento científico mais aprofundado do património agrícola e natural da RAM.
(2) A extracção, purificação e caracterização (por técnicas de Cromatografia Líquida e Gasosa, Espectrometria de Massa, Ressonância Magnética Nuclear e Espectroscopia de Ultravioleta e Infravermelho) de moléculas com potencial para serem usadas na indústria farmacêutica ou alimentar a partir de recursos de origem vegetal.  O efeito biológico destas moléculas (ex: capacidade antioxidante) será avaliado in vitro usando culturas de células.
(3) O desenvolvimento de novas abordagens analíticas (sobretudo metodologias relacionadas com as Técnicas Cromatográficas) para o controle da qualidade alimentar em produtos naturais e processados, sobretudo os de particular interesse para a economia da RAM (ex: o Vinho Madeira, o mel de cana e, ainda, frutos e legumes diversos), tendo em vista a melhoria das suas propriedades e valorização comercial.

PROJETO 3: “+ COMBATE ÀS DOENÇAS (RE)EMERGENTES”

OBJETIVO: Desenvolvimento de novas ferramentas de diagnóstico/tratamento de doenças como a febre do Dengue, Zika e Malária.

AÇÕES ESPECÍFICAS A REALIZAR:
(1) O desenvolvimento de sensores à base de nanomateriais, nomeadamente de dendrímeros, para a detecção dos vírus das Febres do Dengue e do Zika em amostras biológicas. Em particular, investigar o efeito multivalente dos dendrímeros no aumento da sensibilidade e selectividade dos sensores. Nesta acção, serão sintetizadas novas moléculas dendriméricas para incorporação nos sensores.
(2) A síntese química, caracterização analítica (usando as técnicas de Ressonância Magnética Nuclear, Espectrometria de Massa, Espectroscopia de Ultravioleta e Infravermelho, Microscopia Electrónica e outras) e avaliação biológica in vitro (em células infectadas com vírus, ex: Dengue, Zika, HIV) de novos metalo-fármacos contendo ruténio e platina com acção antiviral. Ainda, a avaliação destes novos compostos como agentes antimaláricos.

PROJETO 4: “+ VALOR RECURSOS MARINHOS”

OBJETIVO: Valorização de recursos marinhos para o desenvolvimento de produtos biomédicos inovadores

AÇÕES ESPECÍFICAS A REALIZAR:
(1) O desenvolvimento de nanomateriais para utilização em medicina a partir de materiais de origem marinha, nomeadamente polissacáridos (ex: alginato, quitosano) e materiais inorgânicos (ex: carbonatos e fosfatos de cálcio). Estes nanomateriais terão a finalidade de actuar como transportadores de fármacos ou genes, ou ainda poderão ser usados em medicina regenerativa.
(2) A extracção, purificação e caracterização (por técnicas de Cromatografia Líquida e Gasosa, Ressonância Magnética Nuclear, Espectrometria de Massa, e Espectroscopia de Ultravioleta e Infravermelho) de moléculas com potencial para serem usadas na indústria farmacêutica, cosmética ou alimentar a partir de produtos marinhos, sobretudo aqueles que são considerados resíduos da indústria pesqueira.  O efeito biológico destas moléculas (ex: capacidade antioxidante, efeito anticancerígeno) será avaliado in vitro usando culturas de células.

 

Cores FEDER