Bookmaker Bet365.com Bonus The best odds.

Full premium theme for CMS

Madeira integra projeto europeu aprovado no âmbito do programa H2020 com o objetivo de reforçar a capacidade de investigação e desenvolvimento nas Regiões Ultraperiféricas (RUPs) – Projeto FORWARD

Блогът Web EKM Blog очаквайте скоро..

ArditiNo âmbito do programa-quadro de financiamento europeu Horizonte 2020 (H2020), no concurso (call SwafS-22-2018: Mobilising Research Excellence in EU Outermost Regions) da Comissão Europeia (DG RTD), especificamente direcionado para as Regiões Ultraperiféricas (RUPs), foi esta semana aprovado o projeto europeu FORWARD (Fostering Research Excellence in EU Outermost Regions), no qual a Madeira irá participar através da Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação Tecnologia e Inovação (ARDITI) e da Universidade da Madeira (UMa) como parceiras principais. Esta candidatura contou com o apoio institucional da Direção Regional dos Assuntos Europeus e da Cooperação Externa (DRAECE) que integra a recentemente criada rede RUP RIS3, e que tem como um dos seus objetivos a aproximação das entidades responsáveis pela RIS3 (Estratégias e Prioridades de Especialização Inteligente, em todas as regiões europeias) nas nove RUP da Europa (Açores, Madeira, Guadalupe, Guiana Francesa, Martinica, Saint Martin, Reunião, Mayotte e Ilhas Canárias). Conta ainda com o apoio do IDR, AREAM, M-ITI, StartUP-Madeira, HF, ACIN e LARSYS. O principal objetivo do projeto FORWARD é permitir às nove RUPs uma preparação que lhes permita responder de forma mais competitiva aos futuros concursos para projetos de Investigação e Desenvolvimento (I&D), em particular no próximo programa quadro Horizonte Europa (2021- 2027), e mesmo ainda no atual programa Horizonte 2020. Tratando-se de um projeto do tipo Ação de Coordenação e Apoio (CSA), contempla a coordenação e o trabalho em rede com vista à elaboração de candidaturas a projetos e programas e a definição de políticas que levem à capacitação das regiões participantes para estarem mais aptas e capazes de concorrer a projetos de investigação científica. Irá também permitir a todas as RUPs compararem, consolidarem e fazerem evoluir as suas estratégias e prioridades de especialização inteligente (RIS3) para o estabelecimento de ecossistemas de I&D e a criação de produtos inovadores comercializáveis mais competitivos e sustentáveis, a nível europeu e mundial.