ARDITI marca presença em workshop sobre o Turismo

FaroTurismo como uma prioridade para a RIS3 (Smart Specialization Platform) foi o tema de um workshop co-organizado pela Plataforma S3 e pela Comissão Regional de Coordenação e Desenvolvimento do Algarve.

No seguimento de outros workshops semelhantes pretende-se que também deste último encontro resulte um ganho de conhecimento e experiência que seja utilizado como instrumento de apoio às regiões e estatos membro da União Europeia no desenvolvimento das suas  RIS3 (Research and Innovation Strategies for Smart specialisation).

Durante este workshop, quatro regiões: Faro (PT), Sicília (IT), Rhône-Alpes (FR) e Kujawsko-Pomorskie (PL) apresentaram o trabalho desenvolvido para estas estratégias e tiveram oportunidade de interagir com os restantes participantes que tiveram um papel de "críticos" na discussão das estratégias em análise. Todas as 4 regiões têm em comum o turismo como prioridade nas suas RIS3 e este foi assim um tema muito debatido.

Para mais informação sobre a RIS3 e estes workshops consulte o site aqui.

ARDITI presente em workshop

budapesteA ARDITI marcou presença num workshop promovido no âmbito da RIS3 que teve como principal objetivo o debate das Estratégias de Investigação e Inovação para a chamada Smart Specialisation que teve lugar em Budapeste, na Hungria, nos dias 24 e 25 de Junho.

Durante o evento foram apresentados os avanços do trabalho feito no âmbito da Estratégia RIS3 por quatro estados membro: Humgria, Lituânia, Malta e Portugal.

A plataforma RIS3 foi estabelecida pela Comissão Europeia para procidenciar aconselhamento profissional aos Estados Membro e Regiões da União Europeia, na concepção das suas estratégias de Smart Specialisation. Entre os serviços da plataforma estão por exemplo: o fornecimento de guias e material de boas práticas, organização de sessões e participação em conferências, formação especializada para os agentes, participação em projetos de investigação no âmbito da formação de estratégias e delineação de políticas base.

Para mais informações sobre o evento e sobre a Plataforma RIS3 consulte o site do projeto.

Simpósio do Mar

Jardim do Mar 04Nos passados dias 27 e 28 de Junho teve lugar o Simpósio do Mar 2013 cujo programa reuniu mais de 30 oradores. Tendo como objetivos a geração de massa crítica, a integração de competências e a construção de programas de Investigação e Desenvolvimento (I&D) regionais, o simpósio dividiu-se por diferentes paineis de discussão representativos de diversos temas como o Estudo dos Recursos Marinhos, a Gestão e Exploração dos Recursos Marinhos e a Educação e Divulgação.

Aceda aqui toda a informação sobre o Simpósio do Mar 2013.

SRDITI aprovado pela Assembleia Legislativa Regional da Madeira

cabo girao Foi recentemente aprovado sob a forma de Decreto Legislativo Regional, o Sistema Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação - SRDITI, que tem por objetivo dar mais visibilidade e fortalecer uma atividade que tem como fim a dinamização da economia do conhecimento.

O objetivo de aumentar o investimento em IDTI passa, assim, por apostar na capacidade de diferentes instituições que fazem investigação na RAM gerarem fundos próprios, ao mesmo tempo estabelecendo uma dinâmica interessante, capaz de atrair e fixar cientistas e investigadores.

É de prever que, desta atividade resulte, a par de outras realidades, a criação de um “cluster” de empresas de base tecnológica criadoras de impacto económico, fazendo surgir projetos de investigação que, por sua vez, possam captar os fundos especificamente destinados a esta área de atividade pela União Europeia.

ARDITI apresenta candidatura

SEAMSA ARDITI apresentou a candidatura do projeto SEAM-Islands (Sustainability Energy and Mobility Islands) que tem como objeto central a mobilidade de bens, pessoas e energia como fatores críticos para a competitividade e sustentabilidade nas principais ilhas da União Europeia.

O projecto, propõe-se a atingir os seguintes objetivos, em coerência com as políticas europeias relativas à mobilidade energia e clima: Promover Planos de Mobilidade Urbana Sustentável (SUMP) nas olhas europeias utilizando-as como laboratórios para encontrar as soluções que permitamultrapassar as barreiras não tecnológicas para a sua disseminação; Destacar o efeito benéfico da integração dos critérios de energia no plano de mobilidade; Levar à atenção dos decisores políticos as vantagens dos planos de mobilidade no acesso a instrumentos financeiros; Fornecer as ferramentas e informação de apoio aos planos integrados de energia e mobilidade dos SUMP.

O projeto assume um importante enfoque nas parcerias não apenas entre as regiões participantes - Madeira, Malta, Islândia, Chipre e Sardenha - mas também entre os parceiros de cada uma das regiões.