Bookmaker Bet365.com Bonus The best odds.

Full premium theme for CMS

Projeto Observatório Oceanico da Madeira - OOM

Блогът Web EKM Blog очаквайте скоро..

OOM Logo

A operação visa dotar o Observatório Oceânico da Madeira (OOM) com capacidade para realização do plano de trabalhos apresentado no horizonte temporal 2015-2018. As ações previstas incluem três componentes principais: 1) Core; 2) Educação e formação; 3) Pilares Temáticos.

1. A componente ‘Core’ do projeto, visa sobretudo criar uma estrutura central independente, estável e fértil que permita estimular todas as atividade de I&D previstas. O principal objetivo do Core é optimizar a gestão do projeto através da partilha de recursos essenciais ao desenvolvimento do projeto. Administrativamente, o core será gerido pela ‘Comissão Diretiva do OOM’. O alojamento de informação em base-de-dados digitais assim como outras atividades com uma forte componente computacional, requerem acesso a uma infraestrutura informática comum que deve ser multifuncional e que deve estar ao serviço de todos os pilares temáticos. De forma a optimizar os custos de manutenção, a infraestrutura computacional do OOM deve constituir-se como um sistema híbrido com acesso a equipamentos físicos assim como contemplando o acesso a sistemas informáticos partilhados na ‘Cloud’ (i.e  subcontratação). Em termos de recurso humanos, a liderança científica do OOM deve ter uma visão multidisciplinar e integradora e por isso deve ser parte integrante do Core do projeto. A natureza do trabalho de investigação exige a troca de experiências e conhecimentos com outros centros de ID&I, fomentada por missões dos investigadores e por presença em fóruns internacionais (conferências, seminários, etc.). A estratégia de representação internacional do OOM deve ser definida pela ‘Comissão Diretiva’, sendo espectável viabilizar a participação de Investigadores em reuniões de propostas de projeto internacional, sujeita à análise e aprovação prévia da Comissão Diretiva. Outro recurso fundamental em falta na Região, para estimular o desenvolvimento da Investigação Científica em Ciências do Mar, e que deve ser partilhado, é o acesso a uma embarcação Científica. Neste âmbito, o Core do projeto visa promover a realização de Campanhas Oceanográficas anuais para assegurar a recolha de dados oceanográficos, e material biológico que farão incrementar o conhecimento sobre o mar e seus recursos, pelo que inclui-se no Core do projeto a subcontratação de serviços que visam sobretudo alugar embarcações adaptadas ao objectivo de cada campanha.

Tal como em eventos anteriores (http://www.ciimarmadeira.org/simposio2013/), a organização (bianual) do Simpósio Regional em ‘Ciências do Mar’ fica a cargo da Comissão Diretiva do OOM. A divulgação e promoção do simpósio, assim como de todas as atividades do OOM está igualmente sujeito a uma visão estratégica integrada que é da competência da Comissão Diretiva. Para a difusão de conhecimento e reconhecimento pelos pares salientam-se as publicações científicas com ‘peer review’ assim como outros formatos. Do mesmo modo, a criação de conhecimento resultante da operação só terá valor económico, com uma transição direta e eficiente de conhecimento e ideias para o mercado.

Tentar-se-á promover uma partilha e melhor gestão dos equipamentos existentes, uma maior atratividade da Região para investigadores e centros de investigação internacionais, com benefícios e poupanças significativas na optimização dos recursos existentes, tal como foi proposto na análise efetuada no âmbito da RIS3-Madeira. O acesso à informação e a qualidade das fontes de informação (por ex. o acesso à ‘Web-of-Science’) a que recorrem os membros do OOM e os recursos humanos a contratar é fundamental para o reforço da produtividade e excelência da investigação.
 
2. A Componente de ‘Educação e Formação’ do OOM (OOM-EDU) visam: i) promover a literacia sobre assuntos do mar para o público em geral e escolar em particular; ii) responder a uma demanda de consolidação e promoção do conhecimento de recursos humanos  especializados e intermédios em entidades do OOM e outras entidades públicas e privadas, bem como, iii) a promoção do empreendedorismo. São áreas transversais e servem-se de recursos humanos especializados e do conhecimento gerados em todas os pilares de ID&I do OOM.

3. A capacitação científica do OOM far-se-á sobretudo através do desenvolvimento dos quatro ‘Pilares Temáticos’ que visam: i) promover a excelência e a massa crítica nas áreas de ID&I, assim como ii) elevar a qualidade e impacto dos grupos de trabalho dos 4 pilares temáticos e das áreas de Educação e Formação, e que deverão empreender projetos visando a complementaridade das operações com outros programas financiados pela UE, em particular, no Horizon 2020 e no MAC 2014-2020. Execução de um programa de ID&I assente nos 4 pilares temáticos: Biodiversidade; Pescas e Maricultura; Detecção e Seguimento Remoto; Modelação e Previsão (meteo-oceanográfica). O OOM é um consórcio com atividades de ID&I marinha e marítima. Atendendo à complexidade de áreas científicas envolvidas, à dimensão do meio envolvente e no sentido de estabelecer um centro regional de excelência em ID&I em ciências do mar, a operação prevê que se estabeleçam parcerias internacionais com instituições de investigação ou outras entidades de referência mundial nas áreas prioritárias de aplicação para a RAM (Recursos e Tecnologias do Mar). O seu campo de atuação é o mar, usando a ilha como plataforma logística de proximidade para as operações que pretende desenvolver de colheita e análise de dados físicos e biológicos na imensidão do meio oceânico.

 

Cores FEDER